Por que eu decidi fazer intercâmbio?

Em 2015, eu passei por uma situação muito difícil em minha vida. Eu me sentia como se o meu mundo tivesse perdido todo sentido, eu estava completamente devastada, eu não sabia se eu conseguiria sobreviver. Eu comecei a praticar exercícios físicos como uma louca e perdi 14 quilos em 2 meses. Eu não queria ver mais ninguém e nem tinha vontade alguma de ir trabalhar ou sair do meu quarto. Eu estava deprimida e não sabia o que era aquilo. Eu precisava mudar minha vida, fazer algo diferente para sair daquela depressão. 

Fazer um intercâmbio não é uma decisão fácil de se tomar. Na época, eu tinha um ótimo emprego, em uma grande empresa, e uma vida confortável. No entanto, sentia uma enorme vontade de largar tudo e me mudar para outro país. Mas como eu poderia simplesmente me aventurar? Foi quando eu decidi, então, fazer um intercâmbio no Canadá, durante as minhas férias do trabalho.

Como eu realizei a viagem

Quando eu tomei a decisão, eu não tinha muito dinheiro para viajar. Porém, como eu sempre fui boa com as contas, resolvi fazer um empréstimo bancário, tendo a certeza de que quitaria tudo antes mesmo de viajar. Além do meu trabalho formal, eu vendia cosméticos para ter uma renda extra. Com isso, analisei os meus últimos gastos e priorizei apenas o essencial, deixando de gastar dinheiro com o com coisas que não eram tão importantes no momento. Quando temos um objetivo maior, percebemos o quanto é importante fazer as escolhas certas, afinal, não se pode ter tudo. 

O meu nível de inglês não era bom. Com a ajuda de uma amiga minha, tirei o meu visto canadense e também o americano. Realizei a viagem para o Canadá em setembro de 2015. A viagem durou 26 dias, visitei Toronto, Montreal, Ottawa, Quebec, Niagra Falls e também Nova York (EUA).

Foto tirada de uma igreja em Quebec – Canadá

Viajar resolve problemas?

De fato, viajar não resolveu os meus problemas. Após retornar ao Brasil, eu procurei ajuda psicológica porque eu ainda precisava. No entanto, por meio das pessoas que eu encontrei durante a viagem, eu consegui me enxergar melhor, conhecer quem eu era, onde eu queria chegar e quem eu queria ser.  Eu senti amor novamente dentro de mim, amor pelo mundo, amor pela vida e, principalmente, mais amor por mim mesma.

É  claro que apenas viajar não resolve problemas ou mesmo cura depressões. Se não for bem planejada, uma viagem pode até criar problemas financeiros, por exemplo. Todavia, encontrar uma nova maneira de ver a vida irá te ajudar no seu processo de desenvolvimento e amadurecimento. Caso você se sinta depressivo, não hesite em procurar ajuda. Esse sentimento ruim que está dentro de você vai sair e dar espaço para que os sentimentos bons voltem a florescer. Você não está sozinho, neste mundo há muitas pessoas como você, que também sofrem e passam por momentos difíceis. O mais importante é saber que estes momentos difíceis e estes sentimentos passam.

Olhe ao redor e encontre um novo ângulo para ver a sua vida

Foto tirada na Praça central de Quebec – Canadá

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s